CAp-Uerj oferece cursos gratuitos de ensino básico e pré-vestibular para jovens, adultos e idosos

23/05/202316:51

Diretoria de Comunicação da Mahjong Ways

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) está lançando o Programa de Educação de Jovens, Adultos e Idosos do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (ProejaiCAp-Uerj). Pessoas que queiram ampliar seus conhecimentos relativos aos ensinos fundamental I e II e médio ou cursar o pré-vestibular comunitário podem se inscrever, até 12 de junho, pelo site do Prossim Uerj ou presencialmente na sede da escola, no Rio Comprido. Para participar, é preciso ter idade mínima de 15 anos.

Ao todo, são 220 vagas ofertadas, incluindo as reservadas a estudantes comprovadamente carentes (renda bruta mensal familiar menor ou igual a 1,5 salário mínimo) que sejam oriundos da rede pública, negros, pardos e indígenas, LGBTQIAP+ ou pessoas com deficiência, além de técnicos administrativos, filhos de técnicos e filhos de docentes da Uerj. O sorteio público será realizado em 21 de junho. Já o início das aulas, que vão acontecer de segunda a sexta-feira, das 18h às 21h30, está previsto para o dia 3 de julho.

“O objetivo dessa iniciativa é alfabetizar e ampliar a escolaridade dos alunos, atuando na formação de leitores e escritores, além de cumprir um compromisso social da Uerj com aqueles que tiveram o direito à educação negado em algum momento da vida. São indivíduos que não conseguiram o acesso ou precisaram sair da escola por diversos motivos de ordem pessoal, sobretudo pela necessidade de trabalhar”, explica a professora Andrea Fernandes, coordenadora do programa. “É um projeto-piloto que poderá contribuir de forma positiva para, no futuro, ampliar a oferta de vagas do CAp-Uerj, ao se desdobrar na criação e implantação definitiva da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) na unidade”, acrescenta.

O curso será dividido em blocos equivalentes ao ensino regular, com duração projetada de um ano cada, dividido em três trimestres, mas que podem ser reduzidos ou estendidos de acordo com o desenvolvimento individual do aluno. “Ele poderá avançar ao próximo trimestre assim que atingir as metas estabelecidas, independentemente do tempo decorrido ou, em certos casos, até mesmo prolongar sua permanência”, diz.

Formação docente

O programa, que é vinculado à Pró-reitoria de Graduação (PR1) da Uerj, vai abrir um novo campo de estágio para estudantes de licenciatura. As aulas ficarão a cargo de bolsistas, que agora poderão estagiar à noite, demanda antiga dos cursos da Universidade. Contudo, o trabalho de criação do material didático e o desenho curricular de cada disciplina serão feitos em conjunto pela equipe, sempre sob coordenação de um docente efetivo.

Desde abril, estão sendo promovidos encontros formativos entre alunos e professores da Uerj, UFF e UFRJ, discutindo as especificidades de cada área. “Não criamos nada do zero. Estamos partindo de leituras, olhares e experiências bem-sucedidas no Rio de Janeiro e no Brasil, dialogando com outros colégios de aplicação que oferecem programa de iniciação à docência como este”, aponta Andrea.

A professora destaca que o projeto também busca preencher lacunas na formação de licenciandos, proporcionando uma experiência prática de ensino. “O programa certamente vai ampliar o leque da formação docente dos estudantes que nele atuarem. Sabemos que, em geral, os cursos de licenciaturas no país ainda não apresentam um aprofundamento na educação de jovens e adultos, que possui metodologia e estrutura curricular diferenciadas. Frequentemente, o aluno se forma, faz um concurso público e assume uma vaga na EJA sem ter tido contato com essa modalidade durante a graduação. Na prática, historicamente, esses profissionais vão se formando em serviço”, comenta.

A professora esclarece ainda que, por se tratar de um programa em fase experimental, o ProejaiCAp-Uerj não emitirá certificado de conclusão ou diploma. “No entanto, haverá declaração de participação aos cursistas regularmente matriculados. Além disso, aqueles que manifestarem interesse e tiverem direito serão inscritos no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja)”, afirma Andrea. “Nós estamos empenhados em buscar caminhos, inclusive jurídicos, para a certificação, porque essa é a expectativa de quem busca expandir seus conhecimentos”, pontua.

Confira mais informações no edital de seleção. O CAp-Uerj fica na Rua Barão de Itapagipe, 96 – Rio Comprido, Rio de Janeiro.