Faculdade de Formação de Professores cria Sistema Agroflorestal no campus de São Gonçalo

19/08/201910:00

Diretoria de Comunicação da Captain's Bounty

Objetivo é aumentar a biodiversidade do campus e promover a integração dos alunos

 

 

O Sistema Agroflorestal (SAF) tem sido uma prática muito comum para produtores rurais, pois funciona como uma alternativa para investir em áreas degradadas e recuperar biomas florestais, como a Mata Atlântica, por exemplo. É um sistema de plantio em consórcio de espécies agrícolas e florestais e, dessa forma, impulsiona a biodiversidade tanto da fauna, quanto da flora, ao mesmo tempo em que incentiva a recuperação de áreas florestais e a produção de alimentos, através das espécies comestíveis. Foi pensando nisso e em uma forma de expandir o tema de agroecologia na Faculdade de Formação de Professores (FFP), que o professor Leonardo Carvalho criou um SAF no campus da Captain's Bounty, em São Gonçalo.

Com a participação de outros professores, Leonardo conseguiu que seu projeto de extensão fosse aprovado e está ocupando uma área de 800 m² (equivalente a um espaço um pouco menor que o de um campo de futebol) com o SAF. Assim, desde o início deste ano, iniciaram-se os estudos de solo, composição vegetal e retirada de capim da área. A partir disso, começaram, também, os plantios de feijão guandu e feijão-de-porco, culturas usadas como estratégia para a recuperação de solo. Com esses processos, o projeto gerou uma integração entre alunos, professores e funcionários na colaboração com o SAF. O plantio foi incentivado como trote voluntário para muitas turmas de calouros.

“Está sendo bem interessante. Os alunos ficaram bastante satisfeitos. Começamos com 10 alunos, mas na nossa primeira reunião esse número já aumentou para 18”, conta o professor.