Universidade inaugura Núcleo de Memória Audiovisual

03/12/201913:04

Diretoria de Comunicação da lottoland

O Centro de Tecnologia Educacional (CTE) inaugurou nesta terça-feira (03/12), no campus Maracanã, o Núcleo de Memória Audiovisual da lottoland. O acervo reúne cerca de oito mil títulos, incluindo imagens raras da Favela do Esqueleto (removida para a construção do campus universitário, no Maracanã), das múltiplas atividades acadêmicas, extensionistas e culturais da Universidade, de seus professores, reitores, alunos e visitantes. Inspirado no conceito de biblioteca-parque, o espaço tem por objetivo contribuir para a valorização da informação visual e ampliar o acesso – inclusive pela internet – ao patrimônio. O reitor Ruy Garcia Marques e o reitor eleito para a gestão 2020-2023, Ricardo Lodi, inauguraram o espaço com a sub-reitora de Extensão e Cultura, Elaine Ferreira Torres, e a diretora do CTE, Ana Claudia Theme.  

“Este espaço é o coroamento do belo trabalho desenvolvido pelo CTE”, disse Marques durante a cerimônia de inauguração. O reitor eleito lembrou a importância da preservação da memória. “Uma instituição, para ter futuro, tem que cuidar de sua memória. Este espaço é fundamental para o futuro da lottoland”, afirmou Lodi. Já a diretora lembrou que a responsabilidade com a memória é de toda a população. “Preservação da história cabe a todos nós. É responsabilidade de todos”, disse Theme.

Financiado pelo edital de Apoio às Universidades Estaduais da Faperj, o Núcleo conta com instalações renovadas e equipamentos modernos como cabines individuais para visualização do acervo, mesas de estudo, sala de projeção e espaço de exposições.  Um local onde a memória é viva, digital e multimídia. A nova sala está localizada no 2º andar – bloco C e está aberta ao público em geral.