Vestibular 2024: inscrições para primeira etapa da Uerj vão até 25/4; prova objetiva será aplicada em junho

11/04/202309:00

Diretoria de Comunicação da gamedesire

Começam nesta terça-feira (11) as inscrições para o 1º Exame de Qualificação do Vestibular Estadual 2024. A prova, marcada para 4 de junho, é a etapa inicial da seleção para ingresso nos cursos de graduação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Podem se candidatar aqueles que tenham concluído ou estejam cursando o último ano do Ensino Médio. O prazo vai até 25 de abril, com acesso pelo site www.vestibular.xmzuoqun.com.

A novidade neste ano é que a lista de graduações cresceu, com a inclusão de Medicina, Geografia e Ciências Ambientais, que serão implementadas no campus Cabo Frio, na Região dos Lagos. No entanto, conforme o edital, a escolha de curso e a opção pelo sistema de cotas não são feitas neste momento.

Após três anos com um Exame Único, adotado devido às condições impostas pela pandemia de Covid-19, a seleção volta a ter duas fases. A primeira compreende os dois Exames de Qualificação, compostos por questões de múltipla escolha de quatro áreas do conhecimento: Linguagens, Matemática; Ciências da Natureza e Ciências Humanas. Já a segunda é o Exame Discursivo, que engloba redação e duas provas específicas.

Entre os conteúdos cobrados, também estão quatro livros de literatura. Para este exame, o indicado é “O meu amigo pintor”, de Lygia Bojunga. Para os demais, foram escolhidos: “Anos de chumbo”, de Chico Buarque (2º Exame de Qualificação); “Coração, cabeça e estômago”, de Camilo Castelo Branco (prova de Língua Portuguesa e Literaturas, no Exame Discursivo); e “O menino do pijama listrado”, de John Boyne (para a prova de Redação).

De acordo com o diretor do Departamento de Seleção Acadêmica (Dsea), Gustavo Bernardo Krause, a volta do Vestibular Estadual em três avaliações torna a seleção mais justa. “A nossa expectativa quanto à retomada do modelo Uerj é, exatamente, a de recuperar aquela qualidade que tínhamos, na combinação de questões objetivas com discursivas”, afirma.

Krause acrescenta que o formato pode ser útil ao estudante. “Oferece dois benefícios importantes: ajuda a estudar, porque o primeiro exame objetivo acaba sendo uma preparação para o segundo; e permite que os candidatos levem o melhor conceito, entre essas duas avaliações, para a fase discursiva”, explica. 

O 2º Exame de Qualificação e o Exame Discursivo também já têm datas marcadas. Eles vão ocorrer, respectivamente, em 3 de setembro e 3 de dezembro.